null
Notícias Tecnologia

Tela sensível ao toque de baixo custo permite deficiente visual sentir formas

O aparelho consiste em um tablet, uma película colocada sobre a tela e um aplicativo
O aparelho consiste em um tablet, uma película colocada sobre a tela e um aplicativo

Mia, uma aluna de ensino básico no Centro Iris para Jovens Cegos e Deficientes Visuais, está deslizando seus dedos pela tela de um tablet recoberta por uma película especial. Ao seguir a vibração dos pontos, ela habilidosamente detecta a forma de um quadrado na tela. Em seguida, ela tenta resolver um jogo de memória, e fica feliz a cada vez que encontra pares de placas mostrando animais semelhantes, e é recompensada com o som do animal identificado.

Ela conhece bem o aparelho da Feelif porque já o testou diversas vezes e está contribuindo com sugestões para o seu desenvolvimento. Essa tecnologia inovadora criada pela 4WEB, uma empresa da Eslovênia, não só tornará mais fácil a vida de Mia mas pode melhorar a vida de milhões de outros cegos e deficientes visuais em todo o planeta.

Os cegos e deficientes visuais podem ser muito habilidosos no uso de tablets e smartphones dotados de telas de toque. A grande inovação oferecida pelo dispositivo multimídia da Feelif agora permite que eles também sintam as formas de objetos em superfícies unidimensionais.

Até o momento, a coisa mais próxima disso era uma tela gráfica em braille que exibe formas por meio de pinos elevados, mas o custo é proibitivo: o preço de uma tela como essa é de 50 mil euros (cerca de R$ 185 mil). Apenas instituições educacionais para os cegos e deficientes visuais teriam recursos para comprá-las.

O sistema da Feelif é cem vezes mais barato. Eljko Khermayer, inventor do sistema e fundador da agência digital 4WEB, afirma que seu dispositivo pode abrir novas dimensões de uso de informação em formato digital, como o reconhecimento de formas via tato, e também permitiria desenho e o uso de histórias interativas.

Essa capacidade pode ocorrer naturalmente para as pessoas com visão, mas era inacessível até agora para os cegos e deficientes visuais.

BRAILLE E GEOMETRIA

A ideia do Feelif ocorreu a Eljko em 2013, quando ele estava assistindo a um documentário sobre os cegos e surdos da Eslovênia. Ele ficou profundamente comovido por essas pessoas ficarem privadas de tantas experiências por não serem capazes de ver, e por elas ficarem isoladas do resto do mundo devido aos custos elevados da tecnologia de comunicação. Então decidiu ajudar.

Criança utiliza a tela sensível ao toque para deficientes visuais
Criança utiliza a tela sensível ao toque para deficientes visuais

Eljko começou a desenvolver tecnologias inovadoras para os cegos e deficientes visuais, como o uso de vibrações, sons e vozes para ajudar usuários a identificar formas exibidas na tela de um tablet, ou formas que eles mesmos tivessem desenhado. Os pequenos pontos elevados na película permitem orientação melhor à medida que o usuário desliza os dedos pela tela.

O Feelif foi desenvolvido com a ajuda de alunos do ensino básico, e por isso seu conteúdo se concentra em matérias escolares, diz Katarina Pavek, que trabalha na 4WEB. O aplicativo será muito útil para o aprendizado de braille e funções geométricas, e permitirá aprendizado mais rápido e estudo independente. A 4WEB também está procurando maneiras de aplicar a tecnologia aos adultos. Um dispositivo está sendo testado no mercado esloveno e os primeiros usuários vão recebê-lo dentro de um mês.

Porque tem por objetivo ser divertido, o Feelif também estimulará o aprendizado. É bem sabido que crianças cegas e deficientes visuais em muitos casos enfrentam dificuldade para manter a atenção. “Elas precisam de mais encorajamento durante seu processo de aprendizado”, explica Katarina. Ela acrescenta que os métodos de aprendizado existentes ainda são necessários para ajudar as crianças a desenvolver seu controle muscular fino.

Damian, 10, perdeu a visão por causa de uma doença e estava muito empolgado por poder desenhar. “Desenhando com um lápis, você não sente a forma com os dedos Com o Feelif, isso se torna possível. E é bem fácil aprender a usá-lo”, diz Damian.

Maja Koritnik, mãe de uma criança deficiente visual, diz que “os pais de crianças cegas e deficientes visuais veem o benefício do trabalho da Feelif em uma abordagem simples e inovadora. A fonte da ideia é a disposição honesta de ajudar os outros e, ao mesmo tempo, a ideia é reflexo da responsabilidade social da equipe do Feelif”.

MILHÕES DE POTENCIAIS USUÁRIOS

O dispositivo multimídia do Feelif consiste em um tablet, uma película em relevo colocada sobre a tela e um aplicativo que conecta todas essas partes em uma experiência que pode ser sentida pelos dedos de uma pessoa cega. O produto custa 500 euros (cerca de R$ 1.850). “Quando estivermos seguros de que ele atingiu nível excelente, vamos colocá-lo à venda no mercado mundial, primeiro na Europa e mais tarde nos Estados Unidos”, diz Katarina. Há cerca de 14 milhões de usuários potenciais do dispositivo nesses dois mercados e 88 milhões de usuários potenciais no planeta.

No mundo, há cerca de 88 milhões de usuários em potencial
No mundo, há cerca de 88 milhões de usuários em potencial

A empresa também está desenvolvendo uma plataforma aberta que criará uma rede de pessoas conectadas aos cegos e deficientes visuais: os deficientes visuais mesmos, seus pais, professores e aqueles que desejem criar conteúdo apropriado para eles. A plataforma facilitará o compartilhamento ou venda de conteúdo, o que por sua vez pode criar novas oportunidades de negócios para os cegos e deficientes visuais, e para seus pais.

A 4WEB está em busca de capital para desenvolver essa plataforma aberta e, considerando seu sucesso com inovação, isso não deve ser muito difícil. No Webit Europe Festival deste ano, em Sófia, na Bulgária, eles ficaram com o segundo prêmio na categoria inovação, entre 2.425 start-ups.

A 4WEB também ganhou um concurso esloveno de inovação social e foi uma das cinco finalistas na conferência de start-ups de Podim, na região de Alpe-Adria. A Unesco incluiu o dispositivo da Feelif em sua lista de 150 melhores inovações mundiais. Eljko Khermayer, fundador e presidente-executivo da companhia, também foi incluído na lista de cem inovadores mais influentes na Europa Central e Oriental.

Tradução de PAULO MIGLIACCI

 

Por: MAJA PRIJATELI VIDEMEK DO "DELO" 24/06/2017 02h00
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2017/06/1894697-tela-sensivel-ao-toque-de-baixo-custo-permite-deficiente-visual-sentir-formas.shtml (Acesso em 21/07/2017)

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo: