null
Acessibilidade Destaque Educação Inclusão Social Notícias

Livro aborda os direitos da pessoa com deficiência e alerta para o turismo acessível

Publicação que será lançada em Brasília, no próximo dia 19, possui artigo da advogada Gabriela Barile, do Amazonas, alertando sobre a importância do turismo acessível, com ênfase na Amazônia

Manaus – A importância do turismo ser acessível a pessoas com deficiência é um assuntos publicados no livro ‘Comentários aos Direitos da Pessoa com Deficiência’, do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a ser lançado no próximo dia 19. A publicação foi produzida por diferentes autores e é voltada para as necessidades atuais das pessoas com deficiência.

Um dos artigos é de autoria da advogada Gabriela Barile, que presidiu a Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB, Seccional do Amazonas, durante o triênio 2013/2015. O artigo que aborda a importância do turismo acessível está conectado, também, com a realidade da região amazônica.

Os muitos direitos das pessoas com deficiência estão abordados no livro ‘Comentários aos Direitos da Pessoa com Deficiência’ (Foto: EBC)

Segundo a advogada, o turismo pode ajudar a aumentar a cartela de clientes de diferentes empreendimentos do seguimento turístico, como a hotelaria. “São alguns exemplos, como equipamento que oferece, à pessoa com deficiência, conseguir tomar banho de mar ou de rio. Ou até mesmo um elevador em piscina que proporcione a pessoa com deficiência sair do banho sem grandes transtornos”, disse a advogada e co-autora do livro.

A advogada acrescentou que integra, também, o turismo acessível os hotéis e outras acomodações que tenham equipamentos que facilitem a estadia da pessoa com deficiência. Os quartos adaptados podem estimular o aumento de viagens de pessoas que tenham algum tipo de deficiência. A consequência é o estímulo, em cadeia, do investimento por parte dos empresários do turismo. “Se nós (no Amazonas) tivéssemos esse tipo de hotel, seria um marketing positivo para o ramo da hotelaria e um ganho na economia”, afirmou a advogada.

O turismo acessível segue o princípio do turismo para todos. Procura atender pessoas com deficiência (física, visual, auditiva e intelectual), mobilidade reduzida, idosos, grávidas, obesos, e qualquer dificuldade existente.

Lançamento

O lançamento da publicação será realizado, às 13h30, da próxima terça-feira (19), no Edifício Sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, localizado no Saus Quadra 5, Lote 1, Bloco M, em Brasília, Distrito Federal.

Entre os co-autores da publicação está o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (de 2009 a 2011), Joelson Dias, que é vice-presidente da Comissão Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Outro autor é Tênio do Prado que presidiu a mesma comissão durante o triênio 2013/2015.

 

Por: Redação / redacao@diarioam.com.br
Fonte: http://d24am.com/amazonas/livro-aborda-os-direitos-da-pessoa-com-deficiencia-e-alerta-para-o-turismo-acessivel/ (Acesso em: 17/09/2017)

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo: