null
Destaque Esporte Notícias

Prefeitura de SP promove abertura do 9º Campeonato de Futebol de Amputados no Ibirapuera

A primeira rodada do torneio, que acontece no dia 3 de março, é gratuita ao público e reitera o fortalecimento do paradesporto e atenção à prevenção de acidentes

 

Divulgação - Campeonato Paulista Amputados

A quadra society do Parque do Ibirapuera será palco da rodada de abertura do Campeonato Paulista de Futebol de Amputados, no dia 3 de março, a partir das 8h30.

O torneio, promovido pela Associação Brasileira de Desporto para Deficientes Físicos (ABDF), com apoio da Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias Municipais de Esporte e Lazer (SEME), Verde e Meio Ambiente (SMVA) e Pessoa com Deficiência (SMPED), será realizado de 3 de março a 14 de julho, em oito etapas em diferentes cidade: São Paulo (03/03 e 14/07), Mogi das Cruzes (17/03, 07/04 e 23/06), Peruíbe (12/05), Campinas (02/06) e Praia Grande (07/07).

Serão sete equipes disputando a taça: Corinthians-Mogi, SPFC Futebol de Amputados, Santos AEDPG, Ponte Preta, Instituto Só Vida, Bola pra Frente e Audax Peruíbe. Os jogos serão realizados em uma única chave, todos os times competem entre si, e os dois primeiros colocados se classificam para disputar o título.

O futebol de amputados ganhou visibilidade mundial em meados de 2015, quando a União das Federações Europeias de Futebol (UEFA), em razão da responsabilidade social, criou a Federação Europeia de Futebol para Amputados (EAFF), estimulando a modalidade  na Europa. No continente já são mais de 10 seleções nacionais, com torneios de alto rendimento.

foto divulgação 1 (1)

O campeonato, além de promover a categoria, fortalece o paradesporto na cidade. Além disso, chama atenção sobre a prevenção de acidentes que levam a amputação. Só em 2017, mais de 30 mil pessoas morreram em acidentes de trânsito no Brasil, metade dos motoristas e motociclistas acidentados tem entre 18 e 34 anos de idade e 75% ficam com invalidez permanente.

“Nosso grande foco é difundir a prática esportiva como vetor de inclusão para pessoas com deficiência. Mostrar que por meio do esporte, todos podem ser ativos e vivenciar a cidade, além da integração social que a atividade promove. Porém, não podemos deixar de lado o alerta quanto a cautela de acidentes, principalmente automobilísticos, maior causa de amputação ”, explicou o secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato.

 foto divulgação 1 (2)

            O Brasil é destaque na modalidade, conquistou o tetra campeonato mundial (1989, 2000, 2001 e 2005) e é tri campeão da América (2009, 2013 e 2015) e atual vencedor da Copa das Confederações (2016).

Conheça as regras do futebol de amputados

As únicas especificações que diferenciam a categoria do futebol de pessoas sem deficiência são:

  • Os jogos são disputados em campo society, com dimensões mínimas de 60mX38m.
  • Cada equipe tem sete jogadores e o goleiro é amputado de um dos braços. Já os atletas de linha são amputados de uma das pernas.
  • As partidas são divididas em dois tempos de 25 minutos com intervalo de 10 minutos. Os técnicos podem pedir um tempo de um minuto para orientar seus atletas a cada etapa da partida.
  • A muleta não pode tocar na bola de forma intencional e o goleiro não pode sair da área.
  • O tiro de meta não pode ultrapassar o meio campo e a lateral é cobrado com o pé.
  • Não há limite para substituições e os jogadores substituídos podem voltar ao jogo.

Confira a tabela de jogos no Parque do Ibirapuera:

 

9h00: Corinthians x , SPFC Futebol de Amputados

10h00: Ponte Preta x Bola pra Frente

11h00: Instituto Só Vida x Audax Peruíbe

ServiçoRodada do Campeonato Paulista de Futebol de Amputados no Parque do Ibirapuera
Data: 3 de março de 2018
Horário: 
Das 8h30 às 15h
Local: Campo de Futebol próximo a Praça do Porquinho
Endereço: 
Avenida Quarto Centenário, S/N – Acesso pelo Portão 6
Valor: 
Gratuito

Outras questões relativas ao tema que merecem atenção:

– Segundo pesquisas das seguradoras que pagam o Dpvat, em 2017, 31.004 pessoas morrem em acidentes de trânsito no Brasil – 29% a mais comparado ao ano anterior.

– Na cidade de São Paulo, 306 motociclistas morrem em acidentes em 2017. Já no Estado de SP, mais de 19 mil mortes, aumento de 9,4% em comparação com 2016.

 

Por: Assessoria de Imprensa
Fonte: Prefeitura de São Paulo

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo: