null
Destaque Empregabilidade Inclusão Social Notícias Superação

Produtores do primeiro assentamento para pessoas com deficiência recebem títulos das terras em MT

Carol Sanford | Gcom-MT – Vinte e quatro famílias de pequenos produtores rurais receberam nesta quinta-feira (28.06) os títulos definitivos das propriedades rurais do Assentamento Conquista, localizado a 28 quilômetros do Centro de Cuiabá.
O assentamento foi criado em 2006 e é o primeiro, e único do país, destinado exclusivamente a famílias de pessoas com deficiência. Vivem no local, ao todo, 25 famílias em chácaras de 2,5 hectares, com produção de frutas e granja.
A assentada Josileide de Freitas, de 46 anos, mora no local há onze anos e contou que ainda não consegue tirar a subsistência da terra. Na chácara, ela tem uma pequena produção de frutas, como limão, goiaba, caju e pequi.
“Ainda não dá para viver, mas com o título da terra poderemos trabalhar com crédito rural e ampliar nossa produção. Essa iniciativa hoje faz com que nos sintamos gente. Também sabemos trabalhar na terra e somos capazes e essa ação do Governo nos dá visibilidade, já que somos pioneiros e estamos abrindo as portas para os que ainda estão desacreditados”, disse ela, que possui deficiência em uma das pernas.

O secretário-adjunto de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcione de Freitas, informou que o Governo está criando um programa para apoiar a produção de galinhas poedeiras pelos pequenos produtores.
“Tivemos uma tentativa de implantação da piscicultura, mas esse projeto não progrediu devido às limitações de muitos dos assentados. Um trabalho conjunto, com a participação dos próprios assentados, chegamos à conclusão de que a produção de galinhas poedeiras seria o mais viável a todos, garantindo a acessibilidade”, pontuou Marcione.

O governador Pedro Taques destacou a luta dos assentados que buscavam a regularização do local há, pelo menos, onze anos.
“Estas pessoas não querem carinho, querem o que é de direito, não é favor. Não fizeram antes porque não tiveram comprometimento, mas administramos para os mais humildes e, por isso, sou governador deste Estado”, declarou o governador.

O presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), Demilson Nogueira, contou que os trabalhos de regularização fundiária estão sendo iniciados em outros 49 bairros de Cuiabá.
“A meta do Intermat é entregar 90 mil títulos urbanos e 15 mil títulos para assentamentos, até o final de 2018. Temos 131 glebas e assentamentos em Mato Grosso e 49 bairros em Cuiabá que precisam da regularização. Estamos trabalhando para aqueles que precisam. Não conseguiremos concluir toda a demanda, mas faremos o máximo possível”, concluiu Nogueira.

 

 

Por: Carol Sanford | Gcom-MT

Receba as edições impressas da Revista PCD na sua casa!

Newsletter

Cadastre-se e fique por dentro das novidades!

Quer receber as novidades sobre o universo PCD no seu e-mail? Cadastre-se abaixo: